A principal diferença entre receitas e despesas

As receitas e despesas são os indicadores mais significativos do sucesso de uma pessoa (legal ou física). Esses conceitos não são "vivos" um sem o outro, opostos e inseparáveis ​​uns dos outros.

As receitas são um conceito popular e amplamente aplicável, mas muito valorizado, representado em diferentes interpretações. Este é qualquer influxo de dinheiro, recebendo benefícios que podem ser expressos na forma de dinheiro. Despesas - custos no processo de atividade, acarretando uma redução no caixa e um aumento nas obrigações da dívida.

Esses conceitos podem ser atribuídos à organização e à empresa, a todo o país, apenas aos indivíduos. Por essa razão, para identificar o significado do uso das categorias de "renda" e "despesa", é preciso considerá-las juntamente com a adição de elementos explicativos.

Comparando esses dois conceitos, atenção deve ser dada às comunidades e diferenças nas fontes de origem, classificação, princípios de reconhecimento.

Fontes de ocorrência

Há um número infinito de fontes que determinam receitas e despesas. A partir desta diversidade pode ser identificado chave, relacionando-se com indivíduos e grandes empresas.

As fontes de renda devem incluir:

  1. Remuneração pelo trabalho.
  2. Lucro comercial.
  3. Indenização do dano sofrido e indenização material.
  4. Pensão, bolsa de estudos e pensão alimentícia.
  5. Fundos para férias não utilizadas.
  6. Obtido para a entrega da propriedade sob os fundos do contrato de arrendamento.
  7. Dividendos e juros.
  8. Recompensas no campo da autoria.
  9. Doações voluntárias.

Fontes de despesa:

  • Manutenção da vida e saúde da própria pessoa e seus familiares).
  • Entretenimento e feriados (esportes, culturais, religiosos e outros).
  • Aluguel
  • Contas de serviços públicos.
  • Pagamentos sobre empréstimos e prêmios de seguro.
  • Aulas na escola, faculdade, universidade ou outras instituições.
  • Transporte público ou privado (custos de combustível).
  • Compra de equipamentos.
  • Celebrações e férias.
  • Exames médicos.
  • Poder.

Essas listas não são exaustivas, elas são variáveis ​​e podem existir simultaneamente.

Classificação de receitas e despesas

Ambos os conceitos podem ser classificados em espécies e subespécies que são idênticas na forma (nome), mas absolutamente opostas no conteúdo:

Nas atividades habituais:

Receitas: receita de vendas, aluguel (para organizações especializadas na entrega de ativos), bem como fundos recebidos associados a serviços e obras.

As despesas dessa variedade podem ser atribuídas, em um sentido amplo: o custo de aquisição de estoques (bens, materiais, matérias-primas); custos que surgem diretamente no processo de fabricação de bens e produtos.

Outro:

Operação:

  • Da venda e uso de ativos.
  • No campo da propriedade intelectual.
  • De participação no capital autorizado de várias empresas.
  • Da venda de ativos fixos, outros ativos que não são expressos em dinheiro.
  • Interesse pelo uso do dinheiro de outras pessoas e pela prestação de serviços pelas empresas credoras.
  • Pagamentos de impostos.

Não vendas:

  • Multas, penalidades, multas por violação das disposições das obrigações contratuais.
  • Receitas e despesas recebidas de indenização.
  • Ganhos e perdas de outros anos encontrados neste ano de referência.
  • Contas a receber, contas a pagar com um período de atraso em atraso para a apresentação de reclamações.
  • O valor da remarcação, bem como a reavaliação de ativos.
  • Doação de dinheiro, o custo da caridade.
  • Diferença da taxa de câmbio

Emergência: são os benefícios e custos decorrentes de situações de emergência (incêndio, inundação, outros desastres naturais).

Princípios do reconhecimento

Os princípios para reconhecer essas categorias são os seguintes:

  1. É possível expressar receita ou despesa em uma certa quantia de dinheiro.
  2. Há evidências do direito de receber receitas e custos incorridos (por exemplo, um contrato).
  3. Não há incertezas na receita e nos custos incorridos.

Outro princípio se aplica à renda: o trabalho produzido é aceito, as mercadorias são transferidas, o serviço é prestado.

A principal conclusão é que receitas e despesas são diametralmente opostas, mas podem ser consideradas para características idênticas, existirem simultaneamente e influenciarem umas as outras diretamente.

Recomendado

Como as aves diferem dos animais?
2019
Qual é a diferença entre o selo de luz e o habitual?
2019
Contrato e contrato de serviço: qual é a diferença e o que é comum
2019